Torta de liquidificador

Segundona, feriado, chuva… a gente deu uma saidinha, fez um estrogonofe na casa de minha cunhada (ficou uma delícia), voltou pra casa e ficou curtindo o ócio.  À noite deu aquela fominha mas não tinhamos vontade de “comida”. Pensamos numa pizza, num lanche, mas acabei resgatando o caderninho de receitas de mamãe (que está sequestrado lá em casa) e me inspirei pra fazer uma torta salgada.

Tinha cinco opções de receitas, mas nenhuma parecia ser a certa. Acho que a maioria dessas receitas pro liquidificador vai muito óleo. Bom, fiz um apanhado e acabei inventando a minha… não é que deu certo? Minha opção foi usar farinha integral (estou nessa onda) e recheio de palmito.

Ingredientes

3 ovos
1 copo de farinha (pode ser integral ou branca)
1 copo de leite (talvez um pouco menos)
1/2  copo de óleo (talvez um pouco mais)
1 colher de sopa de queijo ralado
1 colher de sopa de fermento
1 colher de sopa de aveia

Coloque os ovos, o óleo, o queijo e a farinha no liquidificador e com ele ligado vá acrescentando o leite até ficar uma massa mole, mas não muito líquida. Por último coloque o fermento e bata mais um pouco.

O recheio pode ser do seu gosto, fiz com 1 vidro pequeno de palmito bem picado, refogado com azeite, meia cebola bem picada também, um pouco de alho amassado, meio tomate picado, umas folhinhas de manjericão e orégano.

Unte a forma com manteiga e farinha (use forma pequena se você quiser a torta mais fofinha e média se quiser ela mais baixinha, pra comer tipo pizza) , coloque mais ou menos metade da massa e leve ao forno pré-aquecido por uns 10 minutos. Retire, espalhe o recheio e despeje por cima o restante da massa. Leva mais uns 30 minutos pra assar.

Obs.: Essa nem deu tempo de fotografar, comemos quentinha!

Mudanças e bolo de chuchu

Pessoas, desculpem a ausência. Tenho uma boa justificativa: acabo de me mudar de casa. Foi, ou está sendo, um caos. Mas estou sobrevivendo. Minha mãe também mudou: ela foi pra um apê e fomos pra casa dela.

Bom mas só estou contando tudo isso porque hoje passei no apê novo dela antes de ir pro trabalho e ela estava assando um bolo de chuchu. Só minha mãe mesmo, gente! No meio de um monte de caixas de papelão ela teve a brilhante idéia de fazer uma receita fácil mas bem diferente. Ela está acostumada com mudanças, a gente mudou de casa muuuuitas vezes desde a minha infância até a adolescência. E ela tinha que pensar em tudo: ser prática, criativa e ainda fazer a gente comer legumes! Ela me disse que a receita é da minha vó Hermínia.

Experimentem, eu garanto que é muito saborosa.

Bolo de chuchu
Descasque 2 chuchus, corte em 4 pedaços e cozinhe só um pouquinho. Deixe esfriar e pique miudinho. Numa travessa mistura o chuchu com: 3 ovos batidos, 1 colher de manteiga e 2 colheres de farinha de trigo, 3 colheres de queijo ralado, cebola ralada e cheiro verde a gosto. Misture bem, coloque num refratário untado com manteiga e farinha, rodelas de ovo cozido e azeitona por cima e leve ao forno por cerca de meia hora.